3.3 // BELEZA3.4 // SAÚDE

42 milhões de brasileiros têm calvice. Saiba mais sobre este assunto

Muitas dúvidas povoam a mente da grande maioria dos homens, que, por ventura, estão ficando calvos. É claro que ser careca é um charme, mas tem quem não aceite. Conforme dados da Sociedade Brasileira do Cabelo (SBC), no País, 42 milhões de brasileiros têm calvície. Com esta estatísca, o número de homens que procuram por procedimentos como o transplante capilar tem aumentado cada vez mais.

Dr. Thiago Bianco, médico expert em transplantes capilares e membro titular da ISHRS (International Society of Hair Restoration Surgery), explica mais sobre o assunto.

Quais as principais causas da calvície masculina? Como cada uma das causas provoca a queda?

Por questões hormonais. Os homens possuem uma quantidade maior de hormônios masculinos, principalmente a testosterona. A princípio os fios ficam com aspecto ralo, apresentando um afinamento progressivo e a posterior queda. Os folículos capilares masculinos têm mais avidez pelo hormônio DHT que provoca a queda dos fios, consequentemente a incidência de calvície é maior.

Porque os homens têm mais pré-disposição à calvície?

A principal causa de calvície masculina é a alopecia androgenética, que é uma predisposição genética associada a um componente hormonal.

Há como evitar ou retardar a calvície?

Quando detectada no início a calvície pode ser retardada ou mesmo interrompida com o uso de medicações como vasodilatadores e bloqueadores hormonais, onde já existe a calvície somente o transplante capilar pode resolver, porém nas áreas onde só existe um afinamento dos fios, o processo pode ser retardado ou revertido.

 

 - REVISTA MAISJR

Conforme dados da Sociedade Brasileira do Cabelo (SBC), no País, 42 milhões de brasileiros têm calvície

(Crédito: Reprodução) 

 

Como detectar se o cabelo está caindo mais do que deveria?

Em homens os primeiros sinais surgem na área frontal ou superior da cabeça. É perceptível o formato M na parte frontal, conhecido como “entradas” mais acentuadas nessa região. Além dessas regiões afetadas é possível notar o afinamento dos fios. A queda em forma de coroa (na parte superior da cabeça) também pode surgir. Hoje o paciente consegue ver com evidência os sinais da calvície por meio das fotos (selfie) o que facilita na busca por tratamentos ou implantes em estado inicial da queda capilar.

A técnica mais usada é o micro transplante de fio a fio?

Hoje é a FUE (Follicular Unit Extraction), em português (Extração de Unidades Foliculares). O procedimento consiste na remoção fio a fio diretamente da área doadora. Entre as vantagens podemos citar é a ausência de incisão (corte), sendo assim, não possui cicatriz.

Quem pode fazer?

O transplante capilar é indicado a todos que possuem calvície, seja homem ou mulher, desde que haja uma boa área doadora.

saiba antes via instagram @revista.maisjr