3.0 // MANUAL3.2 // HOMOFOBIA

A cada 48h uma pessoa trans é assassinada no Brasil

Levantamento realizado pela Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA) mostra que a cada 48h uma pessoa trans é assassinada no Brasil. O dado chocante faz conexão com a Organização Não-Governamental Transgender Europe que diz também que o Brasil é a região que mais mata travestis e transgêneros no mundo.

Até o dia 24 de Dezembro de 2017 foram contabilizados 179 assassinatos de transgêneros, incluindo travestis, por aqui. Apenas 10 dos casos envolviam homens trans. Os outros 169 eram formados apenas por mulheres transexuais e os próprios travestis.

Minas Gerais lidera a lista de mais mortes, seguida de São Paulo e Ceará. Quando se fala por população, Paraíba encabeça a lista com 10 casos para cada 2,5 milhões de habitantes.

Os números ainda mostram crescimento em relação aos anos anteriores. Em 2016, por exemplo, o número era de 144 assassinatos.

(com informações do site A Capa)

saiba antes via instagram @revista.maisjr