3.0 // MANUAL3.4 // SAÚDE

Alterações climáticas constantes agravam doenças respiratórias

Há um conjunto de fatores que explica o agravamento das doenças respiratórias no outono, transformando essa, de fato, na pior estação para a população que sofre com doenças respiratórias. Estima-se que nesse período essas afecções podem aumentar em até 40%. O tratamento e a prevenção dessas doenças podem ser realizados nas Unidades Básicas de Saúde de todas as cidades do país.

“Dos diversos fatores que desencadeiam essas doenças respiratórias, destacam-se as variações climáticas como temperaturas mais baixas, diminuição da umidade do ar – que, no clima frio e seco, leva a uma maior concentração de poluentes. Essas condições hostis ao sistema respiratório diminuem um pouco da capacidade de defesas contra microrganismos nocivos propiciando agravamento de problemas respiratórios”, explica Marcus Vinicius Dutra Zuanazzi, médico de família e comunidade, membro do Grupo de Trabalho de Problemas Respiratórios da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade.

Quer saber mais? Clique aqui e confira matéria completa!

 - REVISTA MAISJR

Foto: Pixabay

saiba antes via instagram @revista.maisjr