3.1 // LGBT3.2 // HOMOFOBIA

BO’s por homofobia crescem 5 vezes em seis anos no Mato Grosso

Entre 2011 e 2017, os números de boletins de ocorrência registrados em Mato Grosso por LGBTfobia aumentaram cinco vezes, segundo dados do Grupo Estadual de Combate aos Crimes de Homofobia (GECCH) da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT).

De janeiro a agosto deste ano, já foram registradas 89 ocorrências. Em contraponto, 11 boletins foram registrados no ano de 2011.

De acordo com o levantamento, com 24 ocorrências o ano de 2012 foi o que registrou o menor índice nos anos analisados. Já em 2013, o número subiu para 45 boletins.

No ano seguinte, quando 27 casos foram registrados, entretanto, o estado registrou queda. Em 2015, o número de boletins subiu para 60 e em 2017 chegou a 67. Ao todo, nos seis foram registrados 329 boletins de ocorrência.

De acordo com os dados do GECCH, Mato Grosso tem uma morte por LGBTfobia a cada 367 mil habitantes e ocupa a terceira posição no ranking nacional. No Brasil, o Acre lidera com uma morte a cada 270 mil moradores. Alagoas aparece em seguida com um assassinato a cada 279 mil habitantes.

saiba antes via instagram @revista.maisjr