3.0 // MANUAL3.2 // HOMOFOBIA

Casal gay tem que se retirar de um voo para dar lugar a casal hétero.

O empresário David Cooley, dono de uma des baladas gays mais famosas a The Abbey, denuncio em suas redes sociais um caso de homofobia que aconteceu dentro de um voo que ia de Nova York para Los Angeles.

Uma aeromoça chegou no namorado de Cooley pedindo para ele trocar de lugar pois um casal hétero queria sentar juntou Cooley respondeu que eles também eram um casal e também queriam sentar juntos e contou indignado que seu namorado teve a escolha de desistir do assento premium e ir para o outro ou sair do avião.

Os dois optaram por sair e ir em outra aeronave David se sentiu humilhado “Eu não posso acreditar que uma companhia aérea nos dias de hoje daria a um casal hétero tratamento preferencial sobre um casal gay e chegaria ao ponto de nos pedir para sair”, desabafou afirmando ainda que não voará mais pela companhia.

A Alaska Airlines emitiu um comunicado e está investigando o caso A Alaska Airlines tem uma política de tolerância zero para discriminação de qualquer tipo, e nossos funcionários valorizam a inclusão para nossos passageiros e uns aos outros.”

A companhia também afirmou que tem um histórico de apoio aos direitos LGBT, citando a classificação perfeita dada pela Human Rights Campaign às políticas da empresa para promover a diversidade e prevenir a discriminação contra funcionários LGBT. O site da empresa também tem uma página exclusiva de “planejamento de viagens LGBT”. “A diversidade e a inclusão fazem parte do tecido da Alaska Airlines”, argumentou a companhia, acrescentando que trabalha com organizações LGBTQ sem fins lucrativos.

saiba antes via instagram @revista.maisjr