3.0 // MANUAL3.1 // LGBT

Casal não-binário compartilha aventuras nas redes socias

Max e Jaye, casal que se identifica como não-binários, estão realizando o sonho de viajar pelo mundo e foi durante essa viagem que Max pediu Jaye em casamento na montanha Utah.

Max diz que se considera uma pessoa não-binária com uma identidade transmasculina, ou seja, não se identifica como homem ou mulher, mas acaba tendo um estilo próprio mais voltado para o estereótipo masculino. Enquanto Jaye, que veio na verdade de Pacific Grove, uma outra cidade na Califórnia, conta que costuma se identificar mais com a identidade genderqueer, o que significa que a pessoa não se adequa aos padrões heteronormativos.

Para eles, é importante compartilhar essa história, já que eles não tinham inspirações assim quando crianças a história vem sendo postada pelo instagam na conta nonbinarynomads

De acordo com os planos do casal para o noivado, a cerimônia de casamento só acontecerá daqui a um ano. Mas eles não pensam em fazer uma cerimônia tradicional e querem apenas se reunir durante uma viagem com o gato, o cachorro e alguma outra testemunha para oficializar a união.

“É interessante viajar por lugares diferentes, pois, dependendo de onde estamos, nós recebemos muitos olhares”, diz Max. “Saber que estamos nessa juntos e que nós nos entendemos faz com que essas situações não sejam tão difíceis”, completa Jaye. O casal trans espera inspirar outras pessoas que sejam não-binarias a viajar e explorar a natureza, já que a comunidade de mochileiros costuma ser heteronormativa.

 

saiba antes via instagram @revista.maisjr