2.0 // ENTRETENIMENTO2.4 // ARTE & CULTURA

Curta LGBT ‘Tendência’ entra na programação do 4º Cine Birita

A 4º edição do Cine Birita, que acontece no dia 24 de outubro no Café dos Bancários, centro de São Paulo, traz em sua programação o curta LGBT ‘Tendência’, dirigido por Jonathan Costa. O filme conta a história de Lucio, um pai de família que vive em segredo uma crise consigo mesmo relacionada à sua sexualidade. Vivendo anos de agonia, decide então assumir sua realidade.

“Este projeto foi bem interessante, porque eu pude aprofundar os conflitos desse personagem, que é baseado em várias histórias reais. É a realidade de muitas pessoas que não podem se assumir e mantém esse conflito consigo mesmas. Uma miga, transexual, me deu muitas dicas, leu o roteiro e o aprovou. Quando ela assistiu ao filme, gostou muito e disse que ficou bem realista. E era este o objetivo principal do filme”, explicou o diretor.

Esta é a segunda vez que um filme de temática LGBT entra na programação do Cine Birita. Na última edição, realizada no último dia 14, o curta ‘Guiana Francesa’, de Olavo Junior e Edmilson Filho, foi exibido e bastante aplaudido pelo público.

O Projeto

O Cine Birita é uma mostra de curtas-metragens independentes, com sessões realizadas em bares. Nesta edição, além do curta ‘Tendência’, também serão exibidos:

‘A alma ainda fica’ – dir. Bruna Guido – Retirante vindo de longe à procura de água e abrigo encontra casa intacta, mas aparentemente abandonada. Nela, encontra um baú de lembranças que desperta nele interesse para descobrir a história do local. Com a chegada do vizinho, uma série de situações anormais começa a acontecer, e o jovem sente dificuldades para distinguir o que é real e o que é fruto de seu medo.

‘Aquele 31 de março’ – dir. Daniel Mata Roque – Em 10 segundos, o que dizer sobre 21 anos? Vinte pessoas que viveram o período do Regime Militar Brasileiro sob óticas bastante diversas relatam o que viram, sentiram e o que os marcou, colocando em discussão diferentes pontos de vista de uma mesma verdade.

‘Alice’ – dir. Adriana Gaeta Braga – O que acontece com Alice quando seu subconsciente passa a dominá-la? Esse filme é baseado na hipótese de que Lewis Carroll, autor de Alice no País das Maravilhas, criava suas histórias para atrair meninas para serem fotografas seminuas pelo autor. E se a menina Alice, agora adulta, percebesse que foi vítima de um abuso em sua infância? E quantas Alices existem na cidade de São Paulo? Para o filme foram usados elementos presentes na obra Alice no País das Maravilhas como o tempo como personagem e os animais como elementos do subconsciente humano.

‘O canto’ – dir. Elisa Aleva – Lia, uma professora de 36 anos, vive uma rotina entediante até se ver totalmente confusa e obcecada por uma casa. Até que ponto se consegue ir atrás de respostas?

O Café dos Bancários abra às 17h, e os filmes começarão a ser exibidos às 19h30. A entrada é gratuita. O Café dos Bancários fica na R. São Bento, 413.

saiba antes via instagram @revista.maisjr