3.1 // LGBT

Em SP, GAMES promove encontro para debate

Dos atuais 513 deputados federais, apenas um se declara LGBTQ. Existem poucos avanços nas pautas ligadas à comunidade, sem falar na baixa representatividade. Neste ano de eleições, o GAMES (Government Affairs, Media, Entrepreneurs & Supporters), grupo de debates sobre diversidade nas organizações e inclusão de pessoas LGBTQ (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Transgêneros e Queers) na sociedade, compreende a importância de movimentar para transformar esse cenário.

No dia 16 de junho, o GAMES promove o encontro LGBTQs ocupando espaços políticos, realizado com o apoio da Virada Política e Livraria da Vila. O evento discute a ausência de diversidade nos espaços públicos e busca gerar uma reflexão de como é possível transformar esta realidade nas esferas públicas.

Painel

O encontro terá um painel com a participação de Felipe Oliva, que foi integrante do Conselho Municipal LGBT de São Paulo e faz parte dos coletivos #VoteLGBT e #MeRepresenta, Larissa Schmillevitch, ativista feminista e militante LGBT que atualmente articula o Mapa do Acolhimento, projeto voltado para mulheres vítimas de violência, do laboratório de ativismo Nossas e Toni Reis, ativista desde a década de 1980 e fundador do primeiro grupo LGBTI (Grupo Dignidade) de Curitiba, além de diretor-presidente da Aliança Nacional LGBTI. Felipe Oliva também participará de um painel.

As vereadoras Adriana Ramalho, do PSDB/SP, e Soninha Francine, do PPS/SP, ambas contribuindo com o olhar de atuais representantes públicos sobre os desafios da população LGBTQ. A mediação ficará por conta de Theo Nery, homem trans do coletivo independente Virada Política.

Os convidados irão apresentar dados sobre a participação da população LGBTQ na política brasileira.

 - REVISTA MAISJR

Foto: Reprodução

saiba antes via instagram @revista.maisjr