3.4 // SAÚDE

Especial Dia do Sexo: Como fazer a chuca perfeita

Fazer a “Chuca” para não “passar cheque”. Ah, qual homem passivo ou versátil nunca apelou para este método antes de encontrar aquele boy magia, ou enfim… Bom, para quem caiu aqui de paraquedas e não está familiarizado com este temo, nada mais é do que introduzir água no intestino (através do anus) para poder defecar, afim de que não ocorra nenhuma emergência na HORA H.

Bom, todo o cuidado é pouco, né, pessoal? Então, para que a sua “chuca” seja feita de forma segura, vejam estas informações abaixo recomendadas por especialistas.

“Chuca” é um termo familiar para pessoas da comunidade LGBT e homens que curtem estimulação anal, mas, apesar disso, o assunto ainda é cercado por muitas dúvidas. De acordo com o sexólogo e urologista Celso Marzano, essa prática consiste em introduzir água no intestino através do anus antes de estimular a região durante o ato sexual, e, entre os adeptos da prática, há algumas variações de como fazer a chuca.

Como fazer a chuca de forma adequada?

“A lavagem pode ser feita com um produto médico, chamado Fleet Enema, ou com o ‘chuveirinho’ do chuveiro”. 

Para quem optar por usar o “chuveirinho”. Fica a fica:

Faça a lubrificação do ânus com lubrificante à base de água;

Insira um dedo no canal para “acostumá-lo” à abertura e, posteriormente, insira mais um junto do primeiro;

Foco, hein? Faça a mesma força que faria para defecar afim de facilitar a entrada dos dedos e introduza a parte final da mangueirinha do chuveiro já ligado. Evite água quente!

Retire a mangueirinha e fique sentado por alguns instantes. A água inserida no canal do reto estimula o reflexo da defecação e, assim, as fezes ali existentes saem. Repita a operação até que saiam todas as fezes e a água saia o mais transparente possível.

Produtos próprios

De acordo com os especialistas, o ideal é seguir as orientações presentes na bula dos produtos próprios. Mas, atenção – em geral, é preciso lubrificar antes o canal, inserir o enema com cuidado, apertar para introduzir a água no ânus e retirar, de forma semelhante ao método do “chuveirinho”. Sempre faça no banheiro afim de evitar transtornos (risos).

Segundo o urologista, na hora de fazer a chuca, é necessário escolher bem o local. “É aconselhável que o enema seja realizado próximo ao banheiro pela urgência da evacuação que pode ocorrer”, acrescenta.

E, por favor! Depois da “chuca”, faça a higiene do anus com água e sabonete!

Evite (por favor):

Usar laxantes (Só se você tem prisão de ventre, e de dois a três dias antes de transar. Tenha responsabilidade sobre o seu corpo!).

NÃO USE GARRAFA PET CHEIA DE ÁGUA PARA FAZER A “CHUCA”. ISSO PODE LHE MACHUCAR! PELO AMOR DE DEUS, HEIN? (RISOS).

Juninhos, na dúvida, sempre procurem um especialista. Esperamos tê-los ajudado! Feliz Dia do Sexo!

(Se você está lendo isso depois, o Dia do Sexo é comemorado em 06 de setembro).

saiba antes via instagram @revista.maisjr