3.0 // MANUAL3.2 // HOMOFOBIA

Estudante diz ter sofrido ataque homofóbico em Fortaleza por skinheads

 - REVISTA MAISJR

Um jovem estudante que não quis ser identificado relatou ao jornal Tribuna do Ceará ter sofrido um ataque homofóbico por skinheads em Fortaleza. Os acusados fariam parte do grupo Carecas Pelo Brasil.

Segundo o jovem, três homens carecas o abordaram enquanto ele caminhava pela rua. Foi então que ele foi surpreendido por pontapés e socos, motivados por ideias racistas e homofóbicas.

“Algumas pessoas me enviaram fotos e eu identifiquei o que me bateu primeiro e uns outros que estavam no grupo. Na camisa tinha escrito: Carecas do Brasil – Nordeste”, disse o rapaz.

Após o corrido, ele teria encontrado uma viatura policial, mas nada teria sido feito: “Só deram uma volta, disseram que não acharam, me indicaram ir na delegacia, mas também não fizeram mais nada”.

“Nem meu nome eles perguntaram. Nem anotaram nada. Só me disseram que não podia me levar na delegacia e me indicou ir lá, mas eu fiquei com medo de passar mais tempo lá e vim pra casa”, completou.

A Secretaria de Segurança do estado diz que está apurando o caso e confirmou a versão do jovem.

O Carecas pelo Brasil, por sua vez, é uma instituição que define ideias do Nacionalismo, porém a maioria dos seus integrantes é racista e homofóbico, segundo relatos.

saiba antes via instagram @revista.maisjr