3.1 // LGBT

Jovem procura a polícia após foto fake bombar no Grindr

Um caso inusitado aconteceu em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Um jovem de 22 anos procurou a polícia após uma foto sua bombar no Hornet, aplicativo gay de pegação e sexo.

Segundo ele, a situação estava gerando desconforto com familiares e amigos. Um boletim de ocorrência até foi registrado.

O rapaz até agora não sabe quem possa ter criado o perfil falso. Vale lembrar que aplicativos como o Grindr são uma ótima alternativa para quem procura sexo casual, por exemplo, mas muitas vezes nem todos aparentam o que dizem ser.

saiba antes via instagram @revista.maisjr