3.1 // LGBT

Jovens trans estão congelando espermas e óvulos para terem filhos no futuro

Dezenas de adolescentes trans estão congelando seus espermatozoides e óvulos em um hospital da Grã-Bretanha. Pacientes que nasceram do sexo masculino, mas se identificam como mulheres estão congelando seus espermas antes de realizar a cirurgia de readequação de gênero. E além disso, as pessoas que nasceram do sexo feminino, mas se identificam como homens estão congelando os óvulos antes de começar a tomar hormônios masculinos que reduzem a fertilidade.

Médicos que oferecem o serviço afirmam é justo dar aos pacientes o direito de começar uma família no futuro, mesmo após a transição de gênero. “As pessoas trans não estão fazendo uma escolha de estilo de vida. Elas estão seguindo os instintos biológicos e psicológicos de sua identidade ”, disse o professor Gary Butler, clínico-chefe do único serviço NHS da Grã-Bretanha para jovens com disforia de gênero.

Os jovens transgêneros que decidirem fazer esse processo já precisam se preparar para gastar uma grande quantidade de dinheiro. O congelamento de óvulos custa cerca de R$16.000 para um ciclo e mais R$1.200 por ano para o armazenamento. No caso dos espermatozoides, o processo é  mais barato, e o preço da conservação é de aproximadamente R$1.600 mais R$1.200 por ano para mantê-lo congelado.

saiba antes via instagram @revista.maisjr