3.1 // LGBT

Justiça autoriza Transgênero a voltar atuar como Jesus, em peça censurada

Nesta segunda-feira (19/02), o Tribunal de Justiça de São Paulo derrubou, por unanimidade, a liminar que proibia a encenação da peça ‘O Evangelho segundo Jesus, rainha do céu’ no Sesc de Jundiaí (SP). A 5ª Câmara de Direito Privado afirmou que a decisão de primeiro grau “feriu de morte a atividade artística da atriz transgênero que interpreta o personagem bíblico”.O espetáculo foi proibido em setembro do ano passado, atendendo o pedido de uma advogada, e a atriz trans Renata Carvalho foi comunicada pouco antes do horário agendado. O Sesc recorreu no mesmo mês, mas o caso só foi julgado agora, em sessão virtual.

Para o relator, desembargador Mônaco da Silva, a petição inicial “parte de alegações genéricas para pleitear a concessão da tutela provisória”. A autora alegou, por exemplo, que a peça distorce a visão histórica e teológica, “usurpando o Evangelho”.

O desembargador entendeu ainda que não faz sentido proibir a atriz de subir ao palco de um município específico, já que ela se apresentou em outras ocasiões, com “ótima acolhida” da plateia. Assim, segundo o relator, “privar o público de Jundiaí de assistir ao espetáculo representa uma verdadeira agressão à cultura”.

 

Fonte: ConJur

Foto: Reprodução

saiba antes via instagram @revista.maisjr