3.1 // LGBT

Justiça revoga decisão que liberava terapias de “cura gay”

A Justiça Federal do Distrito Federal revogou na última sexta-feira (15) decisão de Setembro que permitia tratamentos de reorientação sexual, a famosa “cura gay”.

A partir de agora, aqueles que não aceitam sua orientação sexual podem procurar aconselhamento, mas fica proibido a divulgação e propagação desse tipo de tratamento. Psicólogos também estão proibidos de tratar a homossexualidade como doença.

O Conselho Nacional de Psicologia inclusive trata essas terapias como “uma violação dos direitos humanos e sem qualquer embasamento científico”. A homossexualidade não é considerada doença pela OMS (Organização Mundial da Saúde) desde 1990.

saiba antes via instagram @revista.maisjr