- SEM CATEGORIA

Marca toma medidas inclusivas e não tem medo de manter o posicionamento

A Dobra, empresa que surgiu de forma despretensiosa e faturou R$ 2,4 milhões em 2017 com a venda de carteiras, acaba de anunciar as camisetas Dobra Bolso. Ela é feita de algodão com bolso no mesmo material que a carteira: uma fibra extremamente leve e fina, bastante parecida com o papel mas que é resistente à água e não rasga. O material pode receber impressão, por isso há uma grande variedade de estampas com design moderno.

 - REVISTA MAISJR

A Dobra Bolso tem como grande diferencial os bolsinhos frontais “trocáveis” – ou seja, é possível ter diversas estampas em uma só camiseta, trocando o bolso quando quiser. Ao comprar uma camiseta, o cliente escolhe um bolso entre as mais de 100 estampas disponíveis, e também é possível adquirir apenas os bolsos.

As camisetas são feitas de algodão, lisas nas cores branca ou preta e com modelagem unissex. Os bolsos são do mesmo material que as célebres carteiras. A Dobra Bolso já está disponível para venda e será entregue em embalagem inusitada: dentro de copos reutilizáveis. A preocupação com a embalagem reflete o posicionamento da empresa a favor do desperdício zero.

Posicionamento

Apesar de ser uma pequena empresa, ainda não possui uma política inclusiva a nível de RH, mas não poupa posicionamento a favor da causa LGBT+ e também não tem medo de vir a público quando o assunto é discriminação. Na época da “cura gay” postaram nas redes sociais o repúdio aquela situação e a criação das camisetas sem gênero e os dizeres da campanha dos produtos inspiram – e ressaltam – a importância de se aceitar e se sentir bem na própria pele.
 - REVISTA MAISJR
“herz, palavra do alemão que serve tanto pra coração como pra coragem. é, algumas vezes precisamos de um pouquinho de ambos pra aceitar quem realmente somos”, diz a descrição do produto.
Foto: Reprodução

saiba antes via instagram @revista.maisjr