2.3 // TELEVISÃO

Marco Pigossi viverá serial killer de gays, apaixonado por Cauã Reymond

 - REVISTA MAISJRCom estreia prevista para novembro, a novela das 21 horas, ‘O Sétimo Guardião’ já gera controvérsia. Escrita por Aguinaldo Silva, a trama será baseada no realismo fantástico e irá abordar um tema nada fantasioso: a violência contra gays.

A comunidade LGBT já encontra-se em alerta máxima, sob o argumento de que exibir no horário nobre da televisão um personagem homossexual com características tão negativas, mentalmente desequilibrado e assassino. Abre-se novamente o debate sobre o poder de influência da TV no estímulo à homofobia em um País marcado pela intolerância à diversidade sexual.

No novo foletim, um dos personagens principais será um serial killer de homossexuais, papel designado ao ator Marco Pigossi. Na pele do perfumista Daniel, vai seduzir homens com a intenção de matá-los após o sexo. O psicopata irá se apaixonar pelo mocinho heterossexual vivido pelo ator Cauã Reymond.

Aguinaldo Silva discorda desse possível desserviço à causa de gays, lésbicas, travestis e trans. Será um “gay do mal”, nas palavras do novelista. “Acham que todo gay tem que ser do bem, e não é assim. Antes do gênero, são pessoas, que podem ser boas, más… Tem que romper com essas coisas”, disse o autor ao jornal ‘Extra’.

Em nova novela de Aguinaldo Silva, Nazaré Tedesco será trans

Bixa má
 - REVISTA MAISJREm 2014, a teledramaturgia apresentou uma ‘bicha do mal’ que fez sucesso: Félix (Mateus Solano) em ‘Amor à Vida’. O maquiavélico empresário tinha overdose de humor cáustico, capaz de seduzir até o público conservador.

saiba antes via instagram @revista.maisjr