3.1 // LGBT

Os desfiles pelo Orgulho LGBT na Europa

Neste sábado (9) a Europa ficou colorida. Milhares de pessoas tomaram as ruas nas capitais da Itália, Grécia, Letônia, Croácia, Bulgária, Romênia e Polônia. Os desfiles foram pacíficos em forma de manifestações que levantaram a bandeira multicolorida.

Em Bucareste foram cerca de 3.000 pessoas que marcharam pelo centro da cidade e comemoraram uma sentença emitida recentemente pelo mais alto tribunal da União Europeia (UE) a favor do direito do homossexual romeno a ter seu esposo americano morando com ele no país.

A Romênia não reconhece o casamento estre pessoas do mesmo sexo e argumentou que Hamilton não tinha direito a gozar dos vistos de residência da UE que são concedidos aos cônjuges.

O “Desfile da Igualdade”, em Varsóvia, reuniu milhares de pessoas para protestar contra a discriminação e exclusão das minorias sexuais, mas também das minorias étnicas e pessoas deficientes. Os organizadores confirmaram 45.000 pessoas enquanto a prefeitura calculou 23.000.

Em Riga, 8.000 pessoas participaram da “Baltic Pride”, segundo organizadores. Segundo a AFP Kaspars Zalitis, um dos organizadores, a Letônia está em último lugar em termos de direitos das pessoas LGBT na UE.

Na 14ª edição do desfile do Orgulho LGBT em Atenas milhares de pessoas também marcaram presença. Os eventos foram procedidos por mensagens de rejeição por parte das instituições e especialmente criticados pelos grupos de extrema-direita. A edição contou ainda com a presença de uma delegação do partido liberal conservador Nova Democracia.

Também no sábado, dezenas de pessoas marcharam pelas ruas de Roma, poucos dias depois que o novo ministro da Família na Itália provocou uma polêmica ao afirmar que as famílias homossexuais não existem legalmente.

 - REVISTA MAISJR

Fotos: Reprodução

saiba antes via instagram @revista.maisjr