3.1 // LGBT

Para ensiná-la a gostar de homens, “pai” violenta filha lésbica

Essa é uma daquelas histórias que chega a ser difícil de contar, mas, vamos tentar.

Um ser, que não pode ser considerado um pai, tentou estuprar a própria filha após descobrir que a garota, de apenas 14 anos, tinha um relacionamento homoafetivo. O crime teria acontecido no dia 6 de janeiro, na cidade de Araguaína, no norte do Tocantins.

O caso veio a tona após a vítima contar sobre o abuso a um de seus professores. Em entrevista ao G1, o docente, que pediu para não divulgar seu nome, disse que a menina o procurou e contou que “a intenção do pai era fazê-la virar mulher. Seria uma espécie de estupro corretivo, para ela deixar de ser lésbica e aprender a gostar de homem”.

“O pai foi buscá-la mais cedo na escola, mas no caminho de casa entrou no matagal e tentou obrigá-la a manter a relação sexual.” Porém, ela teria conseguido fugir.

O caso está sendo investigado pelo Conselho Tutelar da cidade e os testes de corpo delito confirmaram a tentativa de agressão a garota.

O acusado? Ah, ele segue em liberdade (!!!)

saiba antes via instagram @revista.maisjr