3.1 // LGBT

Pedidos de casamento LGBT emocionantes

Quando você pensa em todo o tempo, o esforço e reflexão que uma pessoa investe para planejar um pedido de casamento, automaticamente eles se tornam emocionantes.

Não importa se as pessoas façam o pedido de maneira discreta, se orquestram algo mais extravagante ou se é alguma coisa entre esses dois extremos.

O importante de verdade é que seu parceiro quer passar a vida dele com você. Existe alguma coisa mais romântica que isso?

Allie e Sam

Rachael Shrum Photography

“Tivemos dois pedidos de casamento! Eu pedi Sam em casamento em julho, e foi uma surpresa total para ela. Já estávamos juntas havia 3,5 anos e eu tinha falado que nunca pediria ninguém em casamento.”

Ryan Williams Photography Nova Scotia

“… Em todo caso, desde aquele dia eu esperava por uma aliança. Em novembro Sam me falou que íamos ao nosso parque favorito procurar um lugar para nos casarmos. Então levamos nossa cachorra, Lily, e fomos encontrar a planejadora de casamentos no parque. O que eu não sabia é que elas tinham montado um lugar especial, como uma treliça coberta por trepadeiras e velas acesas, e ali Sam ficou de joelhos e me pediu em casamento. E tem mais: depois disso ela me levou para jantar fora e todos nossos amigos estavam lá, uma surpresa total! Foi tão emocionante festejar com todo o mundo. Quando voltamos para casa, nossa árvore de Natal estava enfeitada com fotos de nós duas ao longo dos anos, e eu tinha um monte de presentes lindos para abrir. Não vejo a hora de me casar com essa garota adorável.” ― Allie

 Jennie e Joanna

Tara Beth Photography

“Pode soar como um tremendo lugar-comum, mas Joanna era uma mulher como não existe outra no mundo, e eu percebi isso desde o momento que a conheci. Ela era verdadeira, sincera, gentil. Ela entrou na minha vida em um momento em que eu não esperava por isso. Nunca imaginei que eu pudesse namorar uma pessoa com filhos – eu pensava que nem ia querer ter filhos. Mas esses coraçõezinhos abriram o meu coração para um mundo que eu não conhecia: o mundo do amor verdadeiro e incondicional. O jeito que Joanna os amava me fez ficar ainda mais apaixonada por ela.

Pedi ao mais velho dos dois garotos permissão para me casar com a mãe deles. Era importante para mim que eles fizessem parte da decisão, já que eram os homens da casa. Eles me deram permissão sem hesitar. Planejamos tudo juntos! Eles eram os únicos que sabiam que as fotos de família que íamos fazer supostamente para a Páscoa na verdade eram uma sessão de fotos de noivado de surpresa. Eu estava supernervosa, mas Tara, a fotógrafa, grande amiga nossa, deixou tudo muito mais fácil. Ela captou um dos melhores momentos de minha vida: minha mulher dizendo que sim, aceitava se casar comigo!”. ― Jennie Romano

 

Jan-Kristòf e Kellan

Cortesia do casal

“Kellan planejou convidar um grupo de nossos amigos para irmos juntos à pousada Rainbow Mountain, na Pensilvânia, para me pedir em casamento diante de todo o mundo. Mas mudou de ideia, pensando que eu provavelmente não gostaria se soubesse que nossos amigos iam vir ficar com a gente no nosso aniversário de namoro. No dia que chegamos à pousada, fizemos uma caminhada até o mirante Resort Point Overlook, onde Kellan pretendia me pedir em casamento no alto da montanha, com o pôr do sol ao fundo. Só que ele esqueceu de levar a aliança! São os momentos como esse que me lembram o quanto eu adoro nossa vida: ele me faz rir tanto, e vice-versa. Voltamos ao hotel, onde ele me deu uma caixa de fotos dos lugares mais bacanas onde estivemos nos últimos dez anos, além de bilhetes nos quais ele tinha escrito nossa história. Então ele se ajoelhou e me pediu em casamento com a aliança naa mão. Essa foto dele se ajoelhando foi feita no Central Park, em Nova York, para o álbum de noivado.” ― Jan-Kristòf Louis-Mansano

Quinn e Evelyn

A. Harris Photography

“O dia 18 de junho de 2018 será para sempre o melhor da minha vida. Foi o dia que Evelyn se sentou ao meu lado com um copo de limonada, mastigando um sanduíche de peru, enquanto eu esperava, ansiosa, me preparando para fazer a pergunta mais importante que já fiz na vida. Meu coração estava batendo a mil, Evelyn estava terminando de comer, e eu estava muito nervosa demais para conseguir comer qualquer coisa. Finalmente eu me ajoelhei, ergui o cartaz que escrevi à mão, ofereci a aliança e fiz o pedido: “Evelyn, você topa se casar comigo?”. Espantada, e com lágrimas saindo dos olhos dela e dos meus, Evelyn disse a palavra mais importante, que eu sonhava em ouvir havia tanto tempo: “SIM!”. ― Quinn S.

Jeroen e Amar

Vlad Leto

“Percebi desde o primeiro instante que Amar era a pessoa com quem eu ia passar o resto de minha vida. Ele é arquiteto e curte projetos especiais sustentáveis, como o parque elevado High Line, em Nova York. Então fiz preparativos detalhados para nosso passeio, incluindo um paparazzo para fazer fotos do momento em que eu o pedisse em casamento. Quando estávamos na High Line, eu me ajoelhei e pedi que ele se tornasse meu marido. Apesar de saber que ele aceitaria, eu estava um pouco ansioso. Mas ele aceitou, sim, e de repente um grupo pessoas em volta de nós começou a aplaudir. Voltamos àquele lugar específico três vezes naquela semana. Aquele sempre vai ser nosso lugar romântico em Nova York.” ― Jeroen W.

Amber e Courtney

Vlad Leto

“O motorista nos deixou no quarteirão errado, então tivemos que abrir caminho pelas ruas chuvosas de Nova York. O tempo todo eu estava me esforçando para não deixar transparecer para onde estávamos indo. Nós nos perdemos e ficamos presas pelo trânsito debaixo de chuva, mas no final encontramos o caminho. Subimos de elevador até a cobertura do edifício, onde um senhor nos conduziu até uma porta. Courteney não sabia o que havia atrás da porta até que ela se abriu. Nós nos deparamos com muitas velas acesas no chão da cobertura, formando um caminho que nos levou a um terraço que dava para o Empire State Building. A chuva tinha parado. Quando me virei para pegar a mão de Courteney e levá-la para o terraço, ela se derreteu em um milhão de lágrimas de felicidade, percebendo que aquele era o momento pelo qual nós duas estávamos esperando. Saí com ela até o meio do terraço e prometi lhe dar família, amor e felicidade. Falei: ‘Quando eu era criança, quando a gente fazia nossas orações à noite, minha mãe me dizia para agradecer a Deus todas as noites pelas coisas que você não quer deixar de ter quando acordar amanhã de manhã. Isso só fez todo sentido para mim quando conheci você.’” ― Amber P.

 

 

saiba antes via instagram @revista.maisjr