3.1 // LGBT

Portadores de HIV indetectável não contaminam parceiro, diz pesquisa

A 9ª Conferência IAS sobre Ciência do HIV divulgou hoje (25), em Paris, um estudo mostrando que nenhum homem soropositivo e com carga viral indetectável conseguiu transmitir o vírus para o parceiro.

Cerca de 358 casais gays do Brasil, Tailândia e Austrália participaram do estudo, que aconteceu entre os anos de 2012 e 2016. Todos eles totalizaram, no período, 17 mil relações sexuais anais sem preservativo.

Na pesquisa, todos os casais eram sorodiscordantes (quanto um tem HIV, e outro não). Os que possuíam o vírus tinham carga viral indetectável, ou seja, o HIV não aparecia no sangue. Isso acontece quando toda a medicação está sendo tomada adequadamente.

O resultado da pesquisa mostra que o tratamento do HIV bloqueia a transmissão em casais com diferentes níveis da doença. Entretanto, é necessário que o portador do vírus esteja sob cuidados médicos regulares, e principalmente, que não perca nenhuma das medicações antirretrovirais, para que a carga viral permaneça indetectável.

saiba antes via instagram @revista.maisjr