- MUNDO

Pesquisadores querem entender indivíduos transgênero a partir do DNA

Enquanto Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, arrasta os indivíduos transgênero de volta a um conflito entre valores conservadores e liberais em seu país, cinco instituições de pesquisa ao redor do mundo estão unidas trabalhando em uma grande pesquisa para desvendar os segredos da identidade de gênero.

O estudo é baseado no genoma, o conjunto completo de DNA de um indivíduo, com o objetivo de provar que os transgêneros nasceram assim. Além disso, procurando componentes genéticos capazes de explicar o motivo de algumas pessoas serem destinadas a ter um sexo no nascimento que não corresponda a como ela se identifica.

Os pesquisadores extraíram amostras de sangue de mais de 10 mil pessoas, sendo 3 mil delas transgêneros. O projeto aguarda financiamentos para prosseguir com a próxima etapa, que consiste em examinar as variações no genoma de todas as amostras. Saber as variações que existem em comum entre os transgêneros pode ajudar os pesquisadores a entender como o genoma se comporta na identidade de gênero de cada um.

Mesmo os ativistas de direitos humanos argumentando que a única maneira de se determinar se uma pessoa é ou não transgênero é como ela se identifica, os cientistas continuam em busca de respostas laboratoriais.

saiba antes via instagram @revista.maisjr