3.1 // LGBT

Planos Operativos das Populações do Campo, Floresta, Águas e LGBT são aprovados

I Plano Operativo das Políticas Nacionais de Saúde Integral das Populações do Campo, da Floresta e das Águas (CFA) e de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (LGBT) foram pactuados e aprovados nesta quinta-feira (28) durante a 9ª Reunião Ordinária da Comissão Intergestores Tripartite (CIT) – foro permanente de negociação e articulação das esferas de gestão do Sistema Único de Saúde (SUS). Ambos os Planos Operativos terão vigência para o triênio 2017-2019.

Para a Secretária de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde (SGEP/MS), Gerlane Baccarin, a aprovação dos Planos Operativos é fundamental para as ações das políticas de promoção da equidade em saúde. “É importante ressaltar o papel orientativo que os Planos Operativos têm para a implementação das políticas na gestão municipal, estadual e federal, para que o acesso à saúde dessas populações em situação de vulnerabilidade seja efetivado, monitorado, avaliado e melhorado“, destaca.

Com o objetivo de estabelecer estratégias de aplicação da Políticas Nacionais de Saúde Integral das Populações do CFA e LGBT, os Planos Operativos visam garantir o acesso às ações e serviços de saúde de forma oportuna e humanizada, contribuindo para a melhoria das condições de saúde destas populações.

saiba antes via instagram @revista.maisjr