3.1 // LGBT

Polícia interrompe festival de cinema LGBT na Uganda

A polícia de Uganda interrompeu um festival de cinema LGBT que acontecia no último sábado (16). As autoridades alegam que os organizadores exibiam filmes pornográficos.

No país, a homossexualidade não é considerada crime, mas a lei antipornografia é utilizada como pretexto para deter os LGBTs.

“Fiquei muito surpreso que eles tivessem que usar o argumento de que estávamos mostrando filmes pornográficos. Eram basicamente documentários sobre as realidades vivas das pessoas. Nossa Constituição é clara. Não estamos quebrando leis”, disse um dos diretores do evento.

Em Janeiro de 2014 o presidente da região, Yoweri Museveni, promulgou uma lei que impedia a promoção da homossexualidade. A medida causou demissões, despejos e crimes de ódio contra alguns cidadãos. Em Agosto desse ano a ordem foi declarada nula e sem efeito.