3.0 // MANUAL3.1 // LGBT

Soldado americano sai sem querer do armário e é surpreendido pelos colegas

 - REVISTA MAISJR

O soldado americano Connor Curnick permaneceu por muito tempo no armário com medo da reação de seus colegas. Sem querer, a revelação aconteceu quando descobriram a foto dele com outro homem em sua moto.  E a reação dos demais foi inesperada.

“Eu estava sozinho no momento e em lágrimas, e eu decidi me abrir – sim, eu sou gay, eu disse a eles. As reações começaram a se manifestar e, para meu alívio e surpresa, eles eram esmagadoramente positivos. Enquanto perdi alguns amigos, os mais próximos de mim ficaram ainda mais próximos, porque eu não precisava mais mentir sobre quem eu era e pela primeira vez ficaram sabendo o que realmente acontecia na minha vida”, contou.

“Eu temia que eu fosse rejeitado por pessoas com quem eu já era amigo, aterrorizado pelo fato de que a liderança acima de mim me olharia achando menos homem, ou que qualquer realização que me seja atribuída seja por ser gay e não meu mérito. Estava completamente e totalmente errado. Na verdade, algumas das pessoas homofóbicas acabaram sendo os maiores simpatizantes comigo”, completou.

Connor disse ainda que sua vida começou a mudar desde que se assumiu gay e a cada ofensa se sente mais forte.

“Na primavera passada, em treinamento de combate antes da minha implantação para o Afeganistão, alguém descobriu que eu era gay, caminhou até mim e disse: “Estou feliz por não estar se desdobrando com você, eu não confiaria minha vida a um viado. – isso apesar do fato de eu ser um dos melhores atiradores da minha classe – Eu uso comentários como esse para alimentar meu fogo para ter sucesso em tudo o que eu faço”, relatou.

Pisou!

saiba antes via instagram @revista.maisjr